O Banco de Medicamentos foi criado com uma dupla intencionalidade. Por um lado, pretendemos promover o acesso dos mais carenciados à saúde e ao medicamento, em especial apoiando os mais idosos com rendimentos degradados e consumos de saúde muito elevados. Por outro lado, pretendemos estimular a reutilização de medicamentos sem uso que estejam em condições terapêuticas e de segurança plenas, gerando poupança e promovendo sustentabilidade.

São beneficiários do Banco de Medicamentos, as famílias ou indivíduos vulneráveis quer a nível económico quer a nível da saúde, os reformados, pensionistas, idosos, e os doentes crónicos cujo rendimento mensal per capita seja igual ou inferior a 50% do salário mínimo nacional.

Se tem por casa medicamentos que já não utiliza e que estejam dentro do prazo de validade, doe à Olival Social. Aceitamos medicamentos, pomadas, leite em pó, protetores solares, fraldas, resguardos, gazes, cremes, produtos de desparatização, produtos de higiene oral, entre outros…

Projeto em parceria com a Farmácia Picado.